Há ainda outras instituições sujeitas à supervisão da AMCM, incluindo onze casas de câmbios, seis balcões de câmbios, duas sociedades de entrega rápida de valores em numerário, dois intermediários financeiros, duas instituições de serviço de pagamento, duas outras instituições financeiras (um é escritório de representação). Essas instituições foram autorizadas pelas respectivas legislações, nomeadamente o Decreto-Lei n.º 38/97/M, de 15 de Setembro, para casas de câmbios, o Decreto-Lei n.º 15/97/M, de 5 de Maio, para sociedades de entrega rápida de valores em numerário, bem como os artigos 116.º a 120.º no Título III do RJSF, para intermediários e outras instituições financeiras.


Última revisão: 2018-12-18 10:48:55