Medida de benefício respeitante às taxas cobradas nas transacções realizadas através dos serviços de “Simple Pay” prolongadas por 6 meses, aliviando a pressão das PMEs, beneficiando 20.000 estabelecimentos comerciais de PMEs

31 de Março de 2022

O Governo da RAEM lançou 8 medidas de apoio às PMEs em Outubro do ano passado, incluindo a medida de benefício respeitante às taxas cobradas nas transacções realizadas através dos serviços de “Simple Pay”.

Considerando que continua o impacto provocado pela nova epidemia, a Autoridade Monetária de Macau (AMCM) incentiva as instituições financeiras a prolongar as medidas de benefícios por 6 meses até 30 de Setembro do ano corrente, aliviando continuamente a pressão operacional das PMEs, beneficiando cerca de 20.000 estabelecimentos comerciais de PMEs.

Redução, isenção, ofertas e facilitação em termos de emolumentos, ficando os estabelecimentos comerciais dispensados da necessidade de apresentar qualquer pedido nesse sentido

A AMCM incentiva as instituições financeiras aderentes ao serviço de “Simple Pay” a providenciarem, por um período de meio ano, redução, isenção ou ofertas em termos de emolumentos  cobrados sobre as transacções das PMEs feitas através de “Simple Pay, tendo o período de implementação original sido de Outubro de 2021 a Março de 2022.

Até Fevereiro do ano corrente, o valor das transacções das PMEs respeitante ao serviço de “Simple Pay” totalizou mais de 4,75 mil milhões de patacas e as taxas de transacção envolvidas foram integralmente reduzidas, isentas ou oferecidas por parte das instituições financeiras, tendo beneficiado um total de cerca de 20.000 estabelecimentos comerciais de PME, reduzindo as despesas operacionais das PMEs durante a epidemia.

A AMCM tem vindo a incentivar as instituições financeiras a prolongar as respectivas medidas de benefícios até 30 de Setembro do ano corrente. As instituições financeiras continuarão a tomar medidas de facilitação a fim de atribuir proactivamente os respectivos benefícios às PMEs, tendo actualizado o serviço de “Simple Pay”, mediante a redução, isenção ou ofertas, ficando os estabelecimentos comerciais dispensados da necessidade de apresentar qualquer pedido nesse sentido.

Adesão ao serviço de pagamento agregado sob a sigla “Simple Pay” por mais de 90% dos estabelecimentos comerciais, aperfeiçoando os serviços de pagamento e promovendo a economia digital

Sob a coordenação da Autoridade Monetária de Macau (AMCM) e com os esforços envidados pelas instituições financeiras, a cobertura de pagamentos móveis tem vindo a alargar-se de forma gradual, desde o lançamento dos serviços de “Simple Pay”.

Actualmente, mais de 90% de estabelecimentos comerciais, em todos os sectores de Macau, efectuaram a actualização dos aparelhos existentes para o pagamento agregado sob a sigla “Simple Pay”, de modo a facilitar a deslocação e a forma de consumo dos cidadãos, contribuindo assim para a promoção do desenvolvimento da economia digital de Macau, e auxiliando a concretização efectiva dos trabalhos relativos ao combate à epidemia, mediante a forma de transacções sem contacto.

Em 2021, o número total de transacções de pagamentos móveis atingiu 190 milhões e o valor total de transacções ascendeu a 18,52 mil milhões de patacas, constituindo, respectivamente, 3 vezes os totais verificados no ano de 2020.

A fim de promover o desenvolvimento do mercado de pagamento móvel local, a AMCM continua a incentivar as instituições financeiras a aperfeiçoarem os serviços de pagamento, incluindo a melhoria dos serviços de recebimento de pagamentos dos estabelecimentos comerciais para facilitar a reconciliação de contas, bem como alargar as áreas em que podem ser utilizados os serviços de “Simple Pay”, na vida da população.


Última revisão: 2022-03-31 09:26:04