A “Moody’s” mantém a notação de crédito “Aa3” atribuída à Região Administrativa Especial de Macau

17 de Maio de 2021

A agência de notação financeira internacional “Moody’s Investors Service” (adiante designada por “Moody’s”) anunciou hoje (17 de Maio), a manutenção da notação de crédito “Aa3” de emissor de dívida a longo prazo, anteriormente atribuída à Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), com perspectivas de “estabilidade” no futuro.

 A “Moody’s” salienta que as sólidas posições fiscais, a situação externa estável e os rendimentos per capita relativamente elevados são factores positivos que continuarão a conferir à RAEM a capacidade significativa para fazer frente a eventuais abalos, bem como a suportar a manutenção dessa notação atribuída. Entretanto, a agência de notação estima que as actividades económicas da RAEM possam regressar a níveis pré-pandemia até 2024, pelo que decidiu a manutenção das perspectivas de “estabilidade”.

 Por sua vez, a notação “Aa3” está posicionada em 4.º lugar. De acordo com as definições de classificação da Moody's, as classificações na categoria “Aa” são de alto grau de investimento e estão sujeitas a um risco de crédito muito baixo.

Este comunicado à impressa da “Moody’s” poderá ser descarregado do seguinte “web-site”:
https://www.moodys.com/research/Moodys-affirms-Macaos-Aa3-rating-maintains-stable-outlook--PR_442442

Última revisão: 2021-05-26 09:22:00